Design anos 20

A Fábrica de Conservas Pinhais, ocupa um quarteirão despercebido em Matosinhos, data de 1920 e desde então que os seus processos se mantém fieis à tradição, ao processo artesanal, assim como à qualidade dos produtos. Em tom de ritual, cerca de 100 mulheres recebem, amanham, tratam, enlatam e mergulham em banho dourado (puro azeite de oliveira) sardinha de excelente qualidade escolhida a dedo mal amanhecem as traineiras.
Pouco procuradas pelo mercado nacional, conseguimos encontrar estas relíquias em algumas lojas gourmet, ou pequenos espaços mais tradicionais, como foi o caso.
A fábrica tem venda ao público. Só tem um problema: depois de provarem estas, não conseguem comer mais nenhumas…